Preço

Em economia, contabilidade, finanças e negócios, o preço é o valor monetário expresso numericamente associado a uma mercadoria, serviço ou patrimônio. O conceito de preço é central para a microeconomia, onde é uma das variáveis mais importantes na teoria de alocação de recursos.

Em Marketing preço é uma das quatro variáveis do Mix Marketing que os profissionais de marketing  usam para desenvolver um plano de marketing. Segundo Jay Conrad Levinson 14% dos consumidores decidem suas compras baseando-se exclusivamente no preço.

Computa-se no preço, não apenas o valor monetário de um produto, mas tudo aquilo que o consumidor tem que sacrificar ao adquirir um bem.

Estratégias de Preço

A formulação do preço de um produto não é apenas uma questão matemática ou financeira, é antes de tudo um questão mercadológica.

O Departamento financeiro irá determinar os custos de um produto e o valor mínimo que a empresa tem que praticar para não operar com prejuízo, já o preço que será praticado dependerá de diversas variáveis.

Para estabelecer o preço de um produto deve-se levar em consideração todos os seus componentes como pesquisa, desenvolvimento, matérias-primas, industrialização, embalagem, rotulagem, mão-de-obra, propaganda, promoção de vendas, distribuição, impostos, taxas, administração, desperdícios, encargos sociais , etc.

Na análise do custo real, todos os investimentos em instalações, mobiliário, máquinas, equipamentos e implementos, dentre outros, devem pesar sobre a formação de preço do produto e sua depreciação.

Veja abaixo algumas estratégias de formulação do preço.

Estratégia de Sobrevivência

Estratégia de Maximização dos Lucros

Estratégia de Penetração

Estratégia de Desnatação

Estratégia de Liderança

Estratégia de Preços Promocionais

Estratégia de Preços Segmentados

Negociação

Estratégia de Preços Dinâmicos

Estratégia de Preço de Mercado

 

Estratégia de Sobrevivência

Consiste em praticar um preço muito baixo, próximo ao preço de custo. Geralmente utilizada por quem tem excesso de produção.

É uma estratégia basicamente de curto prazo com objetivo de capitalizar a empresa em pouco tempo. A médio prazo pode levar a empresa a fechar as portas.

Estratégia de Maximização dos lucros

Consiste praticar um alto preço, maximizando os lucros da empresa. É igualmente uma estratégia perigosa, pois ignora a concorrência que pode se aproveitar e praticar um preço menor e ganhar uma fatia maior de mercado.

Pode ser praticada quando a empresa possui um alto domínio dos custos de produção e da demanda de mercado.  Empresas líderes no mercado podem se dar ao luxo de praticar a maximização dos lucros - veja a Estratégia de Liderança.

Estratégia de Penetração

Uma estratégia de penetração consiste na prática de preços baixos, de modo a ganhar rapidamente uma fatia de mercado. Este tipo de estratégia é particularmente eficiente em mercados de elevada sensibilidade ao preço.

Estratégia de Desnatação

Consiste na prática de preços elevados, de modo a conquistar apenas os segmentos constituídos por inovadores e pioneiros. À medida que vão ser introduzidos novos modelos, os preços vão baixando e cada vez que o preço baixa a empresa consegue penetrar num novo segmento de mercado, fazendo-o até chegar à fase de declínio do produto ou serviço.

Esta estratégia é particularmente utilizada por setores de alta tecnologia, como informática ou eletro-eletrônicos.  Observe que sempre que um novo produto é lançado, o preço dele é muito alto ao praticado algum tempo depois com a entrada dos concorrentes. Ex: Um novo modelo de computador (novo Chip), TVs de Plasma ou LCD que a um ano custavam cerca de R$ 12.000,00 e agora pode-se encontrar por R$ 3.500,00.  

Estratégia de Liderança

Esta estratégia está diretamente associada à qualidade do produto e ao posicionamento da empresa no mercado.

Por exemplo, empresas como Mitsubishi possuem tradição na alta qualidade do produto e por isso conseguem praticar preços mais altos sem conflitar com o mercado.

Estratégia de Preços Promocionais

Consiste na prática de preços reduzidos para incentivar a primeira compra, a repetição ou simplesmente a compra. A utilização desta estratégia na Internet apresenta três vantagens:

Estratégia de Preços Segmentados

Esta estratégia consiste na prática de preços diferentes, de acordo com o tipo de cliente, a sua localização geográfica ou o tipo de canal de distribuição.

Negociação

Na estratégia de negociação os preços resultam de leilões que decorrem on-line. Os leilões têm vindo sucessivamente a ganhar importância, começando a ser utilizados também no mercado de B2B.

Estratégia de Preços Dinâmicos

Basicamente, consiste na utilização de preços personalizados para cada cliente, que foram previamente negociados, tendo em conta aspectos geralmente relacionados com o volume de compras.  

Estratégia de Preço de Mercado

Basicamente o preço é determinado pelo o que o mercado está praticando - os Concorrentes.

 

Fórmulas para cálculo do preço

Mark-up

É o método mais elementar e consiste em acrescentar um markup padrão (taxa ou margem) sobre o custo do produto.

Entende-se como Custo Unitário a Soma dos Custos Variáveis + (Custos Fixos / Unidades produzidas)

 

Preço =                Custo Unitário          

                        100 - Margem Desejada

                                    

                                   ou

 

Preço =             ______   Custo Unitário                          

                        100 - (Margem Desejada + Impostos)

 

Preço de Retorno-Alvo

A empresa determina o preço que assegura sua taxa de retorno sobre o investimento. Ou seja, leva em consideração todo o investimento realizado e o tempo em que este investimento irá retornar.

Preço =      Custo unitário + ( Retorno Desejado + Investimentos)      

                                                           Unidades Vendidas

 

Tabela de Valor Praticado x Características do Mercado

 

Alto Preço Quase nenhuma concorrência
Alta demanda de mercado
Marca Consagrada
Alta Qualidade
Novidade
Exclusividade
Clientes com maior poder aquisitivo
Não existência de produtos similares
   
Médio Preço Alguma concorrência direta
Clientes com bom poder aquisitivo
Várias opções de marcas
Mercadorias com relativa qualidade
Existência de mercadorias similares
   
Baixo Preço Muita concorrência direta
pouca importância para a Marca
Clientes com menor poder aquisitivo
Mercadoria com qualidade mínima
Muita variedade de produtos similares
Mercadoria de consumo elevado